Manaus, 15 de junho de 2024

Como são treinados os práticos e qual a importância da formação contínua?

Os práticos são profissionais altamente especializados que possuem uma função crucial na navegação de embarcações em portos e canais. Eles são responsáveis por orientar os capitães e tripulantes de navios, garantindo a segurança das operações e prevenindo acidentes.

Aqui discutiremos o processo de treinamento dos práticos, desde a formação acadêmica até a formação contínua, além da importância da atualização constante de habilidades e conhecimentos para garantir a segurança e a eficiência das operações de navegação em portos e canais.

Formação acadêmica

O treinamento dos práticos começa com uma formação acadêmica em uma escola náutica, onde os estudantes aprendem sobre navegação, meteorologia, cartografia e outras disciplinas relacionadas à operação de embarcações. A formação acadêmica é uma parte fundamental do treinamento dos práticos, pois fornece a base teórica necessária para a prática da profissão.

Durante o curso, os estudantes aprendem sobre as leis marítimas, que regulam as atividades de navegação, e sobre as tecnologias de navegação e comunicação. Além disso, eles aprendem sobre as características das embarcações e dos equipamentos de navegação, bem como sobre as técnicas de pilotagem e manobra de navios.

A formação acadêmica geralmente dura de dois a quatro anos, dependendo do país e da instituição de ensino. Após a graduação, os futuros práticos precisam completar um período de estágio supervisionado.

Estágio supervisionado

O estágio supervisionado é uma etapa fundamental do treinamento dos práticos, pois é onde eles aprendem a aplicar os conhecimentos adquiridos na formação acadêmica na prática. Durante o período de estágio, que pode durar de um a dois anos, dependendo do país, os práticos aprendem como navegar em portos e canais, trabalhando ao lado de profissionais experientes.

Durante o estágio, os práticos aprendem a operar os equipamentos e sistemas de navegação, além de desenvolver habilidades de comunicação e resolução de problemas. Eles também aprendem sobre as características da área de navegação, como correntes, marés e ventos, e sobre as características das embarcações que frequentemente navegam naquela área.

O estágio supervisionado é uma etapa importante do treinamento dos práticos, pois é onde eles desenvolvem as habilidades práticas necessárias para a profissão. Além disso, é durante o estágio que eles têm a oportunidade de aprender com os erros, corrigir falhas e aprimorar suas habilidades.

Avaliação rigorosa

Após o período de estágio, os práticos precisam passar por uma avaliação rigorosa que testa suas habilidades e conhecimentos em diferentes situações de navegação. A avaliação é feita por órgãos reguladores e leva em consideração a experiência prática adquirida durante o estágio supervisionado.

A avaliação pode incluir testes escritos, testes práticos em simuladores de navegação e testes práticos em embarcações reais. Durante os testes, os práticos são avaliados em sua capacidade de navegar com segurança em portos e canais, bem como em sua capacidade de comunicar-se com a tripulação do navio e com as autoridades portuárias.

Se aprovados na avaliação, os práticos recebem uma licença para operar como práticos.

Formação contínua

A formação contínua é fundamental para garantir que os práticos mantenham suas habilidades e conhecimentos atualizados. A indústria de navegação está em constante evolução, com novas tecnologias e regulamentações sendo introduzidas regularmente. Os práticos precisam estar preparados para lidar com essas mudanças e manter a segurança das operações.

Além disso, a formação contínua é uma exigência legal em muitos países. Os práticos precisam fazer cursos regulares para manter suas licenças e continuar operando como profissionais.

A formação contínua pode incluir cursos em novas tecnologias de navegação, mudanças nas regulamentações marítimas, habilidades de comunicação e liderança, entre outros. Ao manter suas habilidades atualizadas, os práticos podem continuar a prestar um serviço de alta qualidade e garantir a segurança das operações de navegação.

Conclusão

Em resumo, os práticos são treinados por meio de uma combinação de formação acadêmica e estágio supervisionado, e a formação contínua é fundamental para garantir que eles mantenham suas habilidades e conhecimentos atualizados. A formação contínua é uma exigência legal em muitos países e pode incluir cursos em novas tecnologias de navegação, mudanças nas regulamentações marítimas, habilidades de comunicação e liderança, entre outros.

Se você está procurando profissionais altamente especializados para garantir a segurança das operações de navegação em portos e canais, os práticos são a escolha certa. Com sua formação acadêmica e treinamento prático, eles têm as habilidades e conhecimentos necessários para orientar os capitães e tripulantes de navios com segurança e eficiência. Além disso, a formação contínua garante que os práticos estejam sempre atualizados e preparados para lidar com as mudanças na indústria de navegação.

Iniciar Chat
Precisa de ajuda?
Olá,
Bem vindo a Praticagem de Manaus, em que podemos ajudar?